Antes de tudo, um forte abraço, em amor à História e à Verdade...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

BRASIL CONTRA O MURO DA VERGONHA


Palestinos erguem Bandeira do Brasil em manifestação contra ‘muro da segregação’


Palestinos realizaram manifestações nas aldeias cisjordanas de Bil’in, Nil’in e Al Ma’sra e Al Nabi Saleh, durante o Dia Internacional dos Direitos Humanos (dia 10), contra a construção do “muro da segregação”, levantado ao longo da fronteira de Israel (supostamente para proteger os israelenses contra o “terrorismo palestino”) mas todo ele em terras assaltadas aos palestinos, que além de perderem suas terras ficam – estes sim – sujeitos, cada dia mais, ao roubo de suas terras e ao terrorismo israelense para manter a ocupação. O muro corta terras agrícolas pertencentes a essas três localidades.

Em Bil’in reuniram-se centenas de manifestantes (palestinos da própria aldeia e apoiadores israelenses e de outras nacionalidades) com bandeiras da Palestina e também do Brasil, numa referência e em agradecimento ao reconhecimento do Estado Palestino realizado por Lula a pedido do presidente palestino Mahmud Abbas, no dia 3.

Ao chegarem nas proximidades do trecho de construção do muro, defrontaram-se com tropas de ocupação israelenses e entoaram:

 “O Brasil está conosco,
 o Brasil é contra o muro”!

Inconveniente é o muro que Israel construiu em Gaza
Fonte: http://gilsonsampaio.blogspot.com/2010/12/consul-nazi-sionista-critica-o-brasil.html

As tropas israelenses atacaram com gás lacrimogêneo em todas as manifestações e tiros com balas de borracha. Em Nabi Saleh também jogaram bombas de gás em algumas das casas da aldeia. Uma criança, a menina Lara Tamimi, de dois anos, atingida pelo gás, teve de ser levada ao pronto socorro.

Jonas Lindt, alemão de 21 anos, que participava do protesto, foi preso por “estar em área militar reservada e fechada”.

Em Al Masra, os soldados cercaram a aldeia para impedir os manifestantes de chegarem ao local onde o muro toma terras da aldeia.

O caso da construção do muro da segregação foi levado ao Tribunal de Haia pela ONU e condenado por todos os juízes que avaliaram os fatos de sua construção. Todos os juízes foram pela paralisação das obras e pela sua derrubada à exceção do juiz norte-americano.

FONTE: Jornal HORA DO POVO - http://www.horadopovo.com.br/

Presidente da República Federativa do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva e
 Presidente do Estado da Palestina Mahmud Abbas 
Fonte: http://www.cbinp.org/publications/BPNICBriefings/PalestiniansHave.html

BRASIL e PALESTINA
http://www.cbinp.org/

Os Palestinos têm um verdadeiro parceiro
 pela Paz
Para Jamile Latif, representante da Federação das Entidades Palestinas no Brasil,
o  Hamas é um partido político, eleito pelo povo da Palestina.
Segundo Jamile, a  situalção em Gaza extrapola qualquer limite de dignidade humana.
Para conseguir chegar a um acordo de paz,
 Jamile acredita que Israel deve aceitar um Estado palestino laico,
com a convivência entre judeus e palestinos.


Um comentário:

O Árabe disse...

Feliz Natal, amiga! Que em 2011 caiam todos os muros que separam os homens. :)